Personagem Bíblica Feminina: A mulher de Ló

“Lembrai-vos da mulher de Ló”. – PARTE I
Lucas 17.32
Dentre vários exemplos que encontramos na Bíblia, personagens únicos e notáveis, histórias emocionantes e lições de vida riquíssimas, nosso Senhor Jesus Cristo, em exortação à igreja, deixa-nos o seguinte alerta: “Lembrai-vos da mulher de Ló”.
Em Gênesis encontramos sua história: uma mulher que a nosso ver tinha uma religião, era esposa de Ló, um homem justo (2 Pe 2.8) e foi contemporânea de Abraão. Foi uma das 4 pessoas privilegiadas que seriam libertas da destruição de Sodoma e Gomorra, se não tivesse olhado pra trás, e se transformado  em uma estátua de sal, por desobedecer uma ordem direta de Deus. E é apenas por esse fato que ela é lembrada por nós. Então por que Cristo, com tantas ilustres personalidades, manda-nos lembrar da mulher de Ló? Por que não lembrarmos de Ana ou Rute? Por que mantermos sempre à mente alguém cuja alma perdeu-se para sempre?
Que advertência solene se pensarmos no contexto desse verso! O Senhor Jesus falava sobre sua segunda vinda, quando julgará o mundo, e descreve o despreparo em que muitos serão encontrados; Ele dirigia-se não a pessoas que o odiavam ou aos fariseus, mas sim aos seus discípulos, aos que diziam amá-lo. Ele deixa-nos essa ordem demonstrando que desejava que o exemplo da mulher de Ló estivesse sempre fresco na memória.

Três coisas principais definem a história da mulher de Ló:

1.       Os privilégios religiosos dos quais ela desfrutou:
Nos dias de Abraão e Ló, o verdadeiro conhecimento de Deus era muito raro; não havia Bíblias na terra, nem missionários ou igrejas. O conhecimento de Deus era limitado a poucos e a maioria das pessoas vivia nas trevas, no pecado e na ignorância. Com a mulher de Ló não foi assim. Ela experimentou o privilégio de ter bons exemplos, ela viu a fé viva e verdadeira de Abraão e de seu marido, a qual regia suas vidas. O casal viveu com Abraão e quando este recebeu a promessa de Isaque, a mulher de Ló  provavelmente estava lá; quando Ló foi levado cativo por Quedorlaomer e depois liberto pelas mãos de Deus ela esteve presente; quando os anjos chegaram a sua casa e os alertaram sobre a destruição da cidade, ela estava lá, eles a tomaram pela mão.
Porém, apesar de todas as oportunidades e recursos da graça, todos esses privilégios não produziram nenhum efeito no coração da mulher de Ló, os olhos de seu entendimento nunca foram abertos. Ela mantinha uma aparência religiosa por causa do costume daqueles com quem vivia, fazendo o que os outros na casa de Ló faziam. Porém, em todo esse tempo, diante de Deus seu coração estava em pecado, por isso ela morreu como viveu, ímpia, incrédula e sem a graça. O mundo enchia seu coração e seu coração estava no mundo, nessa condição ela viveu e nessa condição ela morreu.
Vemos então, que privilégios religiosos não salvam uma pessoa. Podemos experimentar vários recursos da graça, vivermos em meio à santidade, boas companhias ou estar em comunhão com pessoas que realmente pregam e vivem a Verdade e ainda assim estarmos perdidos pra sempre. É um engano tremendo achar que se estivermos no ‘habitat ideal’ ai sim seremos excelentes cristãos ou então se tivermos os incentivos necessários caminharemos com Deus decididamente. Não precisamos de privilégios, precisamos da graça do Espírito Santo!
Que nós saibamos valorizar os muitos privilégios que temos, mas não coloca-los no lugar de Cristo, afinal de contas, falando como jovem e com jovens, muitos de nós tivemos o privilégio de crescermos num lar cristão, ou então tivemos alguém que se preocupava conosco desde muito pequenos, ouvimos de Cristo e da salvação, do plano de Deus e da graça do Espírito. Porém, tomemos cuidado para que, a despeito desse privilégio que desfrutamos, nosso coração não permaneça endurecido e mundano. Não podemos ficar pendurados na religiosidade de quem quer que seja, precisamos comer do pão da vida por nós mesmos, ter o Espírito em nosso próprio coração, do contrário, não seremos diferentes da mulher de Ló.
Anúncios

2 comentários sobre “Personagem Bíblica Feminina: A mulher de Ló

  1. Tô passada, você é uma princesa e “sábia”, bjim!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s